O ambiente virtual também tem as suas regras de boa conduta. A seguir apresentam-se alguns conselhos bastante úteis para comunicar em particular na RCCN e na Internet em geral.

    As redes de computadores tem representado um papel fundamental na revolução das comunicações, eliminando as fronteiras, diminuindo distâncias, facilitando contactos e viabilizando soluções. Pelas redes viajam muitas e variadas informações, num âmbito mundial e a um ritmo surpreendente. Os evidentes benefícios proporcionados pelas redes de computadores podem igualmente fazer surgir problemas, quando essas redes são mal utilizadas. Em função disso foi estabelecido um conjunto de regras de conduta para a utilização do meio virtual, a que se convencionou chamar "EtiquetanaRede". Convém pois conhecer essas regras para uma utilização correcta da Rede.


1. Nunca se esqueça que há pessoas do outro lado da linha. Como toda a interacção com a Rede é efectuada através de equipamento impessoal, como o computador é facil esquecer que existem pessoas do "lado de lá" e expressar-se de forma "mais livre" do que aconteceria comunicando pessoalmente com essas mesmas pessoas. Se está aborrecido com alguém por algum motivo é aconselhável reflectir um pouco sobre o assunto antes de tomar uma decisão. Tente não dizer nada a alguém pela Rede que não diria pessoalmente.

2. Tenha cuidado com os outros. Lembre-se que não é a unica pessoa a comunicar na Internet; há seguramente mais alguns milhões de utilizadores. Pense bem antes de enviar mensagens com informações pessoais para newsgroups, listas de discussão ou mesmo para endereços particulares. Se o conteúdo da sua mensagem for de carácter exclusivamente pessoal e particular, considere outros meios (que não o correio electrónico) para comunicar com o seu interlocutor. Sem a inflexão da voz e a linguagem corporal existentes nas comunicações cara-a-cara, comentários bem humorados do autor podem ser mal interpretados nas comunicações electrónicas. Para compensar esta falta de visualização, a Rede desenvolveu simbolos denominados smilies. Use-os com moderação.

3. Seja claro, breve e objectivo. A maioria das pessoas na Internet vai conhece-lo(a) somente através do que escreve. Evite erros gramaticais e certifique-se que o conteúdo das mensagens é de fácil leitura e compreensão. Nunca use dez palavras para explicar o que pode ser dito em cinco. Lembre-se que quanto maior for a sua mensagem menos pessoas a lerão. Quando fizer menção a outra mensagem faça um breve resumo da mensagem original para reavivar a memória do leitor. Bastará incluir na sua mensagem as partes essenciais da mensagem a que pretende fazer referência. Nao é preciso incluir a mensagem completa! Ao enviar mensagens para listas ou newsgroups, certifique-se de ter lido toda a discussão antes de responder (talvez alguém ja tenha dito o que pretende dizer). Não repita informações!

4. Use um formato adequado. A linha de subject de uma mensagem é essencial para alguém com uma mailbox com muitas mensagens (para decidir se vai ou não ler a sua mensagem). Seja claro ao expressar o assunto da mensagem, evitando títulos vagos ou incompreensíveis. As "assinaturas" sao informações que podem ser colocadas automaticamente no final da sua mensagem para ajudar os leitores a o localizarem. Uma assinatura com nome, telefone e fax é geralmente suficiente. Pode incluir outros dados, como a URL da sua homepage ou a sua assinatura PGP. Evite assinaturas longas e grafismos rebuscados pois contribuem para congestionar as linhas de comunicação. Tente contruir o seu texto num tamanho genérico, que possa ser lido por todas as pessoas, nao importando o tipo de equipamento que elas utilizem. Evite utilizar caracteres especiais e não ultrapasse os 70 por linha.

ESCREVER APENAS COM LETRAS MAIUSCULAS FAZ SUPOR QUE O AUTOR ESTA A FALAR EM VOZ ALTA OU A GRITAR.
Portanto, evite!

5. Endereçe corretamente a sua mensagem. Ao responder a uma mensagem, utilize como endereço do destinatário aquele definido no campo ReplyTo: da mensagem recebida. Verifique se existem outros destinatários no campo Cc: e inclua-os também na sua mensagem. Se a mensagem foi recebida por intermédio de uma lista de discussão o endereco de reply normalmente é o endereço da lista. Caso queira responder apenas ao autor da mensagem verifique o endereço no campo From: do cabecalho da mensagem recebida. Ao subscrever uma lista certifique-se que está a utilizar o endereço próprio para subscrição e não o endereço da lista propriamente dita. Evite enviar mensagens para diversas listas ou newsgroups sem que isso seja realmente necessário. Caso decida enviar a mensagem deverá especificar no campo To: todos os grupos aos quais a mensagem se destina.

6. Divulgue o que obteve ou recebeu. Depois de solicitar informações por intermédio de newsgroups é comum resumir as respostas recebidas e divulgar as conclusões nos mesmos newsgroups, para que as outras pessoas também sejam beneficiadas. A melhor forma é juntar num mesmo ficheiro toda a informação recebida e enviá-la a todos os destinatários do pedido original. Retire os cabeçalhos, evite duplicar informações e faca um breve resumo, não se esquecendo de citar as fontes em sinal de agradecimento. No caso de ficheiros de dados e programas obtidos pela rede, deverá avisar os potenciais interessados que tem em sua posse esses programas e colocar esses ficheiros à disposição deles para cópia, evitando o congestionamento da rede por mltiplas transferências da mesma informação.

7. Respeite os direitos de autor (copyright). Todo o software enviado para a Rede deverá ser de domínio público, a menos que o utilizador obtenha os direitos de autor (facto que deverá ser indicado na sua mensagem). Tenha cuidado ao enviar artigos, letras de músicas, resumos de livros ou qualquer outra coisa que esteja sujeita a copyright. Evite sempre que possível incluir este tipo de documentos na sua correspondência. Nao utilize ideias alheias como sendo suas. Ao copiar um programa disponível na rede, verifique se este é de domínio público ou se a sua utilização implica o pagamento de algum tipo de taxa, como é habitual aconteçer com programas de shareware.

8. Nao divulgue publicidade pela Rede. A Internet cresceu num ambiente exclusivamente não-comercial e boa parte das suas redes principais continua a ser gerida por organismos governamentais. Se anúncios, relatórios técnicos de produtos e serviços de interesse geral para a comunidade académica são aceites com naturalidade, o mesmo não se passa com propaganda com fins puramente comerciais, que geralmente é repelida com veemência e punida com a expulsão do infractor.

9. Seja discreto e comedido ao usar recursos da Rede. Ao utilizar remotamente computadores de outras instituições lembre-se que os utilizadores locais a essas instalações podem estar a utilizar o equipamento como ferramenta de trabalho nesse mesmo instante. Portanto, evite utilizações muito exigentes em recursos durante o horário de expediente da instalação remota (lembre-se também das diferenças horárias). Evite transferir grandes volumes de dados durante as horas de maior utilização da rede, para não congestionar as linhas de comunicação (procure transferir os dados de preferência em horários nocturnos, quando a utilização da rede é geralmente muito menor). Utilize as ferramentas de busca disponíveis na rede, tais como o archie para localizar as máquinas mais próximas com os ficheiros pretendidos. Confirme que o arquivo encontrado contém a informacao desejada antes de efectuar a transferência. Antes de executar programas obtidos pela rede certifique-se que estes não estão infectados com virus.


Adaptado de um texto gentilmente cedido por inforede@rnp.br. S.I.C. 1997/98, Jorge Granjal (jgranjal@dei.uc.pt)